Acompanhem comigo o casamento Albert-Charlene…

O casamento religioso se desenrola. O padre faz sua preleção. É o arcebispo de Mônaco. Ele diz: “Deus é o amor”. E lê uma mensagem do Papa para eles. Todas as cabeças coroadas estão presentes. As mulheres da família real de Mônaco, lindas, todas em tons de rosa. Caroline, Stephanie, as filhas. O vestido de Charlene é de Giorgio Armani. A cauda é quilométrica e linda. Para poder portá-la na cerimônia, houve vários ensaios com Charlene. E quem a ajudou agora com a cauda, quando fez a curva na passadeira, diante do altar, foi sua melhor amiga, Isabelle Christensen. Isabelle foi a Pippa dela. Ela está muito sorridente e descontraída. Com um bouquet de flores de brilhantes prendendo toda a volta de seu chignon. O tule sobre o rosto. O close na pequena Alexandra de Hanover, alteza real. Os príncipes se casam sentados. O príncipe está com o traje branco de verão da cavalaria monegasca. E ao ser recebido pelo arcebispo que lhe perguntou, “como vai, senhor?”, ele respondeu de modo descontraído: “Faz muito calor”…

Eles escutam, compenetrados, as palavras do arcebispo. E a câmeca focaliza Sarkozy, que foi sozinho, sem Carla Bruni.

A sobrinha filha de Stephanie fez a primeira leitura. É a única da família vestida de azul. A segunda leitura foi pela sobrinha Charlotte Casiraghi, segunda filha de Carolline, de rosa, também decote bateau. Arco e voilette pretos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *