Acertou no Jingle bells!

A ceia de natal da Beth Winston foi das 1001 noites. O champagne não estava gelado, estava geladíííssimo. Preparado a quatro mãos, parte pela chef Madeleine Saade, parte pela própria Winston, o buffet de Ba-Beth unia Oriente e Ocidente. Madeleine, especialista na culinária árabe. Beth fazendo jus às suas raízes mineiras-norte-americanas…

Tudo inspirava luxo. O vermelho do décor de Antonio Neves da Rocha era o “vermelho Ferrari”. As “onças” grunhiam por toda a parte, nos panneaux e nas almofadas. O dourado ofuscava nas luminárias, nos sous-plats e nas cadeirinhas. As luzes faiscavam refletidas na piscina…

Já quase soavam as 12 badaladas, quando entrou em cena o coral Dá no Coro, regido por Sérgio Sansão, com 15 cantores e cantoras maravilhosos e um repertório natalino sensacional. Beth os descobriu no Supermercado Zona Sul, onde eles há 12 anos se apresentam, e se encantou com sua performance. A tradição de ter sempre um coral na ceia natalina, Winston trouxe dos anos em que viveu em Houston, no Texas, quando os corais batiam à porta de sua casa na noite de Natal…

Mais do que a própria decoração, do que o buffet e do que o coral afinado, brilharam os convidados, tão felizes e deslumbrados por participarem daquilo tudo. A começar por Huguinho, menos de dois anos de idade, o bisneto do José Hugo Celidônio e da Marialice. E existe presença mais importante para uma noite de Natal do que a de uma criança? Beth acertou em tudo. Tudo mesmo!…

natal winston Acertou no Jingle bells!
natal winston 2 Acertou no Jingle bells!

Fotos de Marco Rodrigues e José Ronaldo Müller

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *