Academia Brasileira de Letras inconformada com o descaso a Lula

Admiradores da obra de Lula Cardoso Ayres, imortais da Academia Brasileira de Letras pedem esforço dos poderes municipais, estaduais e federais para que o centenário do pintor, fotógrafo e muralista pernambucano tenha comemorações à altura de sua importância. Em sessão na ABL, os acadêmicos Marcos VilaçaEvanildo Bechara eEduardo Portella mostraram-se inconformados por não ter havido, até o momento, providências do setor público para celebrar a memória do artista, cujos 100 anos foram completados dia 26 de setembro. Lula Cardoso Ayres deixou um acervo de mais de seis mil obras, entre pinturas, desenhos, fotografias, murais e serigrafias, espalhados peloBrasil e pelo exterior, em embaixadas brasileiras e até no museu doPalácio de Buckingham, onde há um quadro doado pelo governador Nilo Coelho à rainha Elisabeth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *