A morte de Itamar Franco, tudo que apurei…

A morte do senador e ex-presidente da República, Itamar Franco, na manhã deste sábado, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, deixa em aberto as discussões importantes na agenda política brasileira. Com sua competência, experiência e amplo conhecimento do funcionamento do Senado, era enorme a expectativa em torno do debate sobre a revisão do pacto federativo a fim de garantir melhor distribuição dos impostos federais entre estados e municípios. Esta herança política certamente caberá ao senador Aécio Neves, a quem Itamar sempre apoiou desde a campanha para o governo de Minas, sucedendo-lhe no Palácio da Liberdade

O velório de Itamar Franco acontece em sua querida cidade de Juiz de Fora, onde morou desde os primeiros meses de vida e a qual sempre dedicou amor extremado, como cidadão e como político. Será no Palácio Barbosa Lima, sede do Legislativo Municipal. Depois, o corpo segue para Belo Horizonte, onde será velado no Palácio da Liberdade e, depois, cremado em Contagem. As cinzas serão depositadas onde foi sepultada sua mãe, Itália Cautiero Franco, em Juiz de Fora, no Cemitério Muncipal. Falecida em 1992, Dona Itália, viúva do engenheiro juizforano Augusto César Stiebler Franco (1898/1929), foi sepultada no túmulo de seus pais, os italianos Raphaela de Lucca e Pasquale Cautiero, onde também está seu irmão, Ernesto Cautiero…

A presidenta Dilma Roussef ofereceu o Palácio do Planalto para que o velório acontecesse em Brasília, honra devida pelo legado de Itamar Franco, mas a família agradeceu a consideração, porém preferiu não aceitar…

Itamar Franco faleceu aos 82 anos de idade (a verdadeira idade, e não 81 como alguns pensam) deixando duas filhas, Fabiana Surerus Franco, 39 anos, e Georgiana Surerus Franco Forrester, de 40 anos, casada em 1999 com o americano David Stephen Forrester), com quem tem dois filhos: Stephen Augusto e Gabriela

Com os profundos sentimentos desta colunista a Itamar, um homem digno, um presidente amável, sem arrogâncias, com grande sabedoria humana…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *