A homenagem ao meu irmão Stuart

O ministro Paulo Vannuchi, titular da Secretaria de Direitos Humanos, vem ao Rio na quinta-feira para inaugurar, às 11 da manhã, no setor de Remo do Clube de Regatas do Flamengo (ali na Lagoa), um Memorial em homenagem a Stuart Angel Jones, meu irmão assassinado pela ditadura militar e que foi campeão de remo pelo Mengo em 1964 e 1965, como voga. O treinador de Stuart era o mítico Buck, que quando falava a respeito dele se emocionava lembrando: “Stuart era um líder de fato. Mas um líder manso. Quando o barco ia mal, ele chamava a si as responsabilidades. Quando o barco se desenvolvia bem, atribuía os méritos todos aos companheiros”…

Exatamente por se fazer tão estimado, meu irmão Stuart, quando precisou se esconder, teve o auxílio de seus antigos companheiros de remo, que, mesmo sabendo do risco que corriam, o abrigaram na garagem dos barcos do Flamengo, time do coração e da alma de meu querido irmão Tuti

E eu espero todos vocês, meus queridos leitores, que são também meus queridos amigos de todos os dias, para irem prestigiar a memória de Stuart, nessa homenagem de tanta importância e expressão. Vejo vocês lá!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *