A história de um Abílio rico que não é o Diniz

Esse monsenhor Abílio, que foi preso no aeroporto levando 52 mil euros não declarados para Portugal, é o mesmo monsenhor Abílio que levantou todas as acusações contra o último cardeal do Rio, dom Eusébio, e seus auxiliares. Vocês devem estar lembrados do caso. Envolvia a compra de um apartamento, que aliás estava em nome da Cúria, pretendendo que aquele fosse um investimento equivocado, e a aquisição de três poltronas…

Hoje, o apartamento vale uma vez e meia o valor de sua compra e as poltronas continuam a valer o preço de uma poltrona na classe executiva de um avião em que só se voa 1o horas.  Depois daquele escândalo que, mesmo não apurado, ganhou todas as manchetes de jornal tentando-se desmoralizar a Igreja Católica no Rio de Janeiro, destruindo a imagem de um sacerdote e de um cardeal, monsenhor Abílio Ferreira foi reconduzido ao mesmo cargo que tinha na gestão de dom Eugenio Salles, cardeal anterior a dom Eusébio que foi quem demitiu Abílio…

Pelos escândalo que fez, este senhor e outras pessoas da Cúria que o cercam, causaram um dano gravíssimo à nossa Igreja. Como vemos, foi um erro de avaliação reconduzi-lo. Esperamos que as outras reconduções feitas na mesma época não levem nossa Igreja a outros sofrimentos como estes de agora…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *