A GENTE NUNCA PERDE POR SER LEGÍTIMO, MAS QUEM CONTA A HISTÓRIA SÃO OS VENCEDORES, NÃO ESQUEÇAM!

O fascismo se expande hoje nas mídias sociais, forte e feioso como um espinheiro contorcido, que vai se estendendo, engrossando o tronco, ampliando os ramos,  envolvendo incautos, os jovens principalmente, e sufocando os argumentos que surgem,  com seu modo truculento de ser.

Para isso, utiliza-se de falsas informações, distorções de fatos, episódios, números e estatísticas, da História recente e da remota, sem o menor pudor ou comprometimento com a verdade, a não ser com seu compromisso de dar conta de um Projeto.

Sim, um Projeto moldado na mesma forma que produziu 1964, que, os minimamente informados sabem, foi fruto de um bem urdido plano, levando uma fatia da população brasileira, a crédula classe média, a um processo de coletiva histeria, de programado pânico, no receio de que o país fosse invadido por malvados de um fictício Exército Vermelho, que lhes tomaria os bens e as casas, mataria suas criancinhas, lhes tiraria a liberdade de ir, vir e até a de escolher.

Assim, orientada por esse Projeto, a chamada elite, que na época influenciava o pensamento da classe média mais baixa e mantinha um “cabresto de opinião” sobre seus assalariados, foi às ruas com as marchas católicas engrossadas pelos seus serviçais ao lado das madames.

Muitas mais tarde se arrependeram, ao constatar o quanto foram manipuladas e contribuíram para mergulhar o país nos horrores de maldades medievais.

Agora, os mesmos coroados, arquitetos de tudo aquilo, reescrevem aquele conto de horror a seu jeito, fazendo do mocinho bandido e do bandido mocinho, pois a História, meus amores, é contada pelos vencedores. E eles venceram. Eles sempre vencem.

Sim, leitores, compreendo quando me chamam de “esquerdista retardatária” ou coisa parecida. Esse meu impulso, certamente tardio, eu até diria sabiamente tardio, preservou-me a vida para hoje falar, quando tantos agora se calam; para agir e atuar pela campanha de Dilma, nos primórdios do primeiro turno, quando todos se escondiam, desviavam os olhos, eram reticentes, não declaravam votos, não atendiam aos telefonemas, não aceitavam convites.

Essa minha coragem, como alguns denominam, de apoiar José Dirceu, que de fato sequer meu amigo era, e de me aprofundar nos meandros da AP 470, a ponto de concluir que não se trata de “mensalão”, conforme a mídia a rotula, mas de “mentirão” – royalties para mim, em pronunciamento na ABI. Eu, a tímida, medrosa, reticente “Hildezinha”, ousando pronunciamentos na ABI! O que terá dado nela? O que terá se operado em mim?

Esse extemporâneo destemor teve uma irrefreável motivação: o medo maior do que o meu medo. Medo da Sombra de 64. Pânico superior àquele que me congelou durante uma década ou mais, que paralisou meu pensamento, bloqueou minha percepção, a inteligência até, cegou qualquer possibilidade de reação, em nome talvez de não deixar sequer uma fresta, passagem mínima de oxigênio que fosse à minha consciência, pois me custaria tal dor na alma, tal desespero, tamanhas infelicidade, noção de impotência absoluta e desesperança, ao encarar a face verdadeira da Humanidade, o rosto real daqueles que aprendi a amar, a confiar, que certamente sucumbiria…

Não, eu não suportaria respirar o mesmo ar, este ar não poderia invadir os meus pulmões, bombear o meu coração, chegar ao meu cérebro. Eu não sobreviveria à dor de constatar que não era nada daquilo que sempre me foi dito pelos meus, minha família, que desde sempre me foi ensinado: o princípio e mandamento de que a gente pode, com o bem, neutralizar o mal. Eu acreditava tão intensa e ingenuamente no encanto da bondade, que seguia sobre a nojeira como se flutuasse, sem percebê-la, sem pisar nela, como se caminhasse sobre flores.

As pessoas se admiravam: “Como a Hilde, que tanto sofreu, não guarda rancores e mágoas no seu coração?”.

E aí, passadas as tragédias, vividas e sentidas todas elas em nossas carnes, histórias e mentes, porém não esquecidas; viradas as páginas, amenizado o tempo… deu-se então o início daquela operação midiática monumental, desproporcional, como se tanques de guerra, uma infantaria inteira, bateria de canhões, frotas aérea e marítima combatessem um único mortal –  José Dirceu – tentando destrui-lo. Foi quando percebi, apreensiva, esgueirar-se sobre a nossa tão suada democracia a Sombra de 64!

Era o início do Projeto tramado para desqualificar a luta heroica daqueles jovens martirizados, trucidados e mortos por Eles, o establishment sem nomes e sem rostos, que lastreou a Ditadura, cuja conta os militares pagaram sozinhos. Mas eles não estiveram sozinhos.

Isso não podia ser, não fazia sentido assistir a esse massacre impassível. Decidi apoiar José Dirceu. Fiz um jantar para ele em casa. Chamei pessoas importantes, algumas que pouco conhecia. Cientistas políticos, jornalistas de Brasília, homens da esquerda, do centro, petistas, companheiros de Stuart do MR8, religiosos, artistas engajados. Muitos vieram, muitos declinaram. Foi uma reunião importante. A primeira em torno dele, uma das raras. Porém não a única. E disso muito me orgulho.

Um colunista amigo, muito importante, estupefato talvez com minha “audácia” (ou, quem sabe, penalizado), teve o cuidado de me telefonar, na véspera, perguntando-me gentilmente se eu não me incomodava de ele publicar no jornal que eu faria o jantar. “Ao contrário – eu disse – faço questão”.

Ele sabia que, a partir daquele momento, eu estaria atravessando o meu Rubicão. Teria um preço a pagar por isso.

Lembrei-me de uma frase de minha mãe: “A gente nunca perde por ser legítima”. Ela se referia à moda que praticava. Adaptei-a à minha vida.

No início da campanha eleitoral Serra x Dilma, ao ler aqueles sórdidos emails baixaria que invadiam minha caixa, percebi com maior intensidade a Sombra de 64 se adensando sobre nosso país.

Rapidamente a Sombra se alastrou e, com eficiência, ampliou-se nos últimos anos, alcançando seu auge neste 2013, instaurando no país o clima inquisitorial daquela época passada, com jovens e velhos fundamentalistas assombrando o Facebook e o Twitter. Revivals da TFP, inspirando Ku Klux Klan, macartismo e todas as variações de fanatismo de direita.

É o Projeto do Mal de 64 de novo ganhando corpo. O mesmo espinheiro das florestas de rainhas más, que enclausuram príncipes, princesas, duendes, robin hoods, elfos e anõezinhos.

Para alguns, imagens toscas de contos de fadas. Para mim, que vi meu pai americano sustentar orfanato de crianças brasileiras com a produção de anõezinhos de Branca de Neve de jardim, e depois uma Bruxa Má, a Ditadura, vir e levar para sempre o nosso príncipe encantado, torturando-o em espinheiros e jamais devolvendo seu corpo esfolado, abandonado em paradeiro não sabido, trata-se de um conto trágico, eternamente real.

Conforme disse minha mãe, e escreveu a lápis na margem da carta que entregou a Chico Buarque, denunciando que seria assassinada: “Estejam certos de que não estou vendo fantasmas”.

Feliz Ano Novo.

Inclusive para aqueles injustamente enclausurados, cujas penas não estão sendo cumpridas de acordo com as sentenças.

É o que desejo do fundo de meu coração.

102 ideias sobre “A GENTE NUNCA PERDE POR SER LEGÍTIMO, MAS QUEM CONTA A HISTÓRIA SÃO OS VENCEDORES, NÃO ESQUEÇAM!

  1. Concordo em grande parte, só que a bola da vez, a mais fácil, era ele, Dirceu, que pensando em aparelhar o estado ia garantir ser o próximo presidente, também foi a grande sorte do Lula, que assim tornou-se efetivamente presidente.

    • Aparelhar o Estado? O que significa isso? Qual o governante eleito que não realiza a obrigação atribuída em lei de instrumentar as instituições do Estado? Se nomear os titulares para os cargos de Estado é alguma ilegalidade não há mandatário eleito no pais nos três níveis da administração publica que não estejam incursos nessa conduta ilegal. A Hildegard tem razão. O que se faz hoje é o mesmo que foi feito em 54 e 64 com a diferença no uso da mídia e judiciário em lugar de tanques e baionetas. Felizmente dessa vez “no pasarán”!!

    • Excelente artigo. Muito corajoso e muito bem escrito. Andei até relendo “J’accuse – A verdade em marcha” do grande Émile Zola, que amargou um exílio e uma exclusão da Legião de Honra por ter defendido com unhas e dentes, sem perder o fôlego, que o capitão Dreyfus era inocente e que a verdade viria à tona cedo ou tarde. Pena que o reconhecimento oficial da inocência de Dreyfus só veio 4 anos após a morte de Zola, mas veio a público.
      Por exemplos como este é que tenho a esperança de que mais cedo ou mais tarde a verdade sobre a farsa da AP470 virá à tona e cobrirá de vergonha os atuais ministros do nosso apequenado STF.

    • Se Lula tivesse aparelhado o Estado, teria aparelhado também o Banco do Brasil, cliente da DNA propaganda deste os tempos de FHC, a partir dos negócios previamente realizados com o PSDB de Minas Gerais, meu caro desinformado. Lembre-se que, por não possuir pessoal qualificado o PT acabou por deixar nas mãos do PSDB diversas vice-presidências e diretorias no Banco do Brasil e CAIXA. Sem falar que entregou o Banco Central para o Henrique Meirelles, do PSDB. Foram os canalhas do PSDB no Banco do Brasil que foram poupados pelo STF na AP 470, o “Mentirão”, deixando apenas o petista Henrique Pizzolato como responsável pela renovação do contrato da DNA, contratado no governo FHC, e pelas antecipações à DNA dos valores que o STF “entendeu” – pois não tem provas – como desviados para pagar deputados. Valores que as notas fiscais – até da Globo, que espetacularizou o julgamento – comprovam a execução. Minha discordância com parte do post da Hildegard refere-se apenas à citação de que essas “sombras” estão surgindo “nas redes sociais”. Não, não é. Basta ver as capas de revistas, ler os editoriais, colunistas e comentaristas do PIG. Nas redes sociais, como nos chamados “blogs sujos”, o que se vê é a repercussão dessas; desmistificação e correção de tanta sombra que os jornalões e revistonas tentam espalhar sobre o país. No mais, o cuidado é fundamental. Também por isso é imprescindível nos manifestarmos contra qualquer tipo de asilo ao agente da CIA Edward Snowden, que não me engana que ainda é agente da CIA e quer entrar no Brasil, pela porta da frente em 2014, ano que os jornalões, revistonas, seus colunistas e políticos (Marina Silva) prometem estimular o vandalismo sem limites, invocando o Golpe de 64. Não quero esse espião no Brasil.

  2. Enquanto alguns acusavam os petistas de juntar-se com porcos para comer farelo, quando na realidade buscavam apenas garantir governabilidade para aprovar projetos sociais importantes e prementes, os que realmente maquinavam a queda do PT e de seu governo se fortaleciam. Não tiveram êxito, apesar do bloco de poder que se criou quando direita e certa esquerda chegaram a marchar juntas e falar línguas idênticas. Aproveitando os ‘indignados’ da Espanha, a covocatória de Juan Arias (El Pais), rebeldes insuflados pelo ocidente no mundo árabe, setores de uma esquerda que nem se assume totalmente, preferindo esconder-se sob a máscara de movimentos (Ocupa, Passe Livre, Tarifa Zero, Juntos), dava força a uma direita que age da mesma forma (Clube Militar, Alerta Total, Coturno Noturno, Millenium, Ethos, grande mídia …) e que convocou sua militância antipetista a depredar bens públicos e privados e ocupar assembléias e reitorias junto com eles. Parabéns, mas falharam! Vão seguir tentando, eu sei. Democracia pra vocês é tentar tirar pessoas eleitas à força e jogar na lata de lixo os votos dos que escolheram livremente, sob as regras eleitorais vigentes, os governantes. A tal de democracia real ou direta que defendem é tão falsa e vazia quanto uma miragem, pois já começa com pautas ditadas a partir de diretórios de partidos e métodos de luta antidemocráticos e anti-cidadãos (queimar ônibus, telefones e abrigos vai nos ajudar em quê?). Na hora H são estratégias de partidos que dizem ser contra a via política mas estão na política para crescer e ocupar espaço – e onde governam não pagam piso do magistério nem respeitam a lei de responsabilidade fiscal. A grande mídia faz seu papel de vocal dos que a sustentam, os grandes capitalistas que dão prêmios no Faustão e no Caldeirão do Huck, mas já nos lesaram com Papa-Tudo e outras mutretas. Até outubro de 2014, veremos muitas marchas, ocupações e bolinhas de papel … rs
    Aquele abraço fraterno de Fim de Ano, Hilde!

    • É golpismo puro a convocação aos protestos em 2014. se estivéssemos longe de uma eleição ou em tempos de ditadura seria até aceitável, mas em ano de eleição? Que o voto decida… proteste-se através dele…

  3. não dá pra vc imaginar o tamanho da admiração,sempre li seus artigos e por absoluta falta de oportunidade apenas curtia,hoje estou afinal realizada em saber que admirei uma pessoa corajosa,audaciosa,meiga e principalmente inteligente,nossa trincheira foi reforçada!Feliz 2014.

  4. Gosto muito dos comentários sobre política, por serem progressistas, mas não entendo como você consegue conviver com a classe que oprime o povo brasileiro e ajuda o governo a vender o pré-sal.

  5. Prezada Hilde
    Seu texto me fez lembrar uma frase- ” Não entregue de joelhos aquilo que seu País conseguiu de pé.” Me impressiona a falta de reflexão de pessoas que não teriam o DIREITO de pensar como estão fazendo – estou muito preocupada com nosso futuro…

  6. Hilde, PARABÉNS ! Que texto maravilhoso, sobretudo, pela CORAGEM ! Não pense que você está sozinha em seu posicionamento. Eu, se tivesse sido convidado, teria tido, mais uma vez, a honra de jantar na tua casa , em torno do José Dirceu (que nunca vi na vida) e, tantos outros que estão sendo jogados na fogueira dos reacionários.

    Nas mídias sociais, tudo de ruim ,hoje, é atribuído ao PT (não sou filiado), à Dilma e, claro, ao Lula. PÉRSEGUIÇÃO e RAIVA, como uma inquisição. Nunca um debate em torno de ideias , ou crítica séria, até mesmo para se apontar erros (grandes e que estão sendo cometidos) .

    Mas esquecem de mencionar , constatar nunca, o que o PSDB fez de mal a esse país, quando, por exemplo, mudaram a constituição para reelegerem FHC (!) e, o mal que isso causou à nossa jovem democracia. O feitiço, virou contra o feiticeiro e, agora, a conta está sendo “paga” com as sucessivas reeleições de presidente petistas! Que ironia !

    Com a ajuda da fabulosa mulher, Da. Ruth Cardoso, que inventou a bolsa família, instrumento reconhecido por todas as nações democráticas e desenvolvidas (além da ONU, e FAO) , como o maior projeto de inclusão social da história da humanidade, os governos do PT continuam esse projeto de distribuição de renda direta. “Eles” acham que isso é demagógico (repito, criado por Da. Ruth Cardoso), e que o governo deveria criar mais empregos (que eles não criaram) no lugar de “dar esmolas”. . E por aí vai.

    Paro por aqui porque teria muita coisa pra falar, inclusive para relembrar que o cidadão que pegou um jato da FAB para fazer implante de cabelo, o Sr. Renan Calheiros, foi Ministro da Justiça de FHC !!!l

    Não se esqueça Hilde : você não está sozinha.

  7. Cara Hildegard,

    Só posso dizer uma coisa: a verdadeira história é sempre contada pelos corajosos. Seu texto é um primor.

  8. Pingback: Zé Dirceu | Hildegard Angel: “A gente nunca perde por ser legítimo, mas quem conta a história são os vencedores, não esqueçam”

  9. Hilde, difícil não se comover com seu depoimento, difícil não reviver os momentos tenebrosos que vivemos com a ditadura civil-militar e ainda mais difícil é não sentir o medo de que aqueles tempos retornem. Você não está sozinha, nunca esteve.

  10. Muito Bom e verdadeiro o seu texto,a juventude precisa conhecer o que 64 para poder fazer uma leitura da realidade política do país É preciso reabilitarmos José Dirceu dessa trama ardilosa .

  11. Adoro vc, suas idéias, sua coragem, sua determinação e seu talento. Seu texto tinha que ser colado em todos os Mutais dos Diretórios Estudantis e Acadêmicos de todas as Universidades Brasileiras e compartilhados à exaustão nas redes sociais.

    Grande Abraço, vida longa, um maravlhoso ano novo e creia que o “Tamujuntos” que escrevo, certamente reverberará por todo este Brasil, pela voz de todos aqueles que tem o verdadeiro sentimento de justiça no coração.

  12. Hoje em dia, o Ministro Joaquim Barbosa, pode até se candidatar à Presidência da República, se assim o desejar… Agora, a bem da justiça, deveria agradecer esta conquista a, entre outros, vivos e mortos, no mínimo 2 pessoas: Zé Dirceu e José Genoíno.

  13. Hilde,tenho maior respeito por vc e sua família,vc é honesta e brilhante,muito obrigado!!!Grande texto!!!

  14. Mortais que somos nesta travessia de valores, sonhamos menino como Peter, o Pan, crescermos Robin Wood, morremos Teresa de Calcutá.

    Porque o poder corrompe tão facilmente a classe política? Está é a questão.

    Hilde, para mim você, por sua experiencia pessoal, está acima do bem e do mal e coberta de razão, está a sua análise referente aos fatos ocorridos em um passado ainda recente. O perigo de uma recaída, existirá sempre, os tempos porém se revelam outros.

    Admirei o seu posicionamento diante da ária entoada pelo “tenor” ressentido, Sr Jefferson, porém como escreveu em seu magnifico livro “A mosca Azul”, Frei Beto
    já alertava os comensais, recém instalados à mesa do poder, sobre o voo sedutor dos recursos público, em meio a governança de coalizões.

    O ex-operário metalúrgico, não precisava ter o filho que teve. O Dr. Celso Daniel, não precisava revirar o “lixo” de Santo André. O escudo de uma não militarização não deveria ser uma senha para as negociatas batizadas com o nome que fosse a elas atribuído. Qualquer pessoa com um mínimo poder de observação, sabe que em política tudo é dividido. O famoso “rachucho” atravessa a nossa história!

    Continuo lhe devendo, o respeito e a admiração por seu posicionamento. Firme porém, sigo não aceitando a forma de se fazer política. Que se mudem as regras, sabemos como fazê-lo. Uma radicalização em nosso sistema político se tornou urgente e necessário pois o preço a ser pago pela inércia poderá ser demasiadamente alto.

    • “…não precisava ter o filho que tem…” isto por sí só já o desqualifica como comentarista. Parece que não leu no texto dela quando menciona que sua cx postal ficou cheias destas denúncias que só fazem enganar incautos. Aff

    • E como é que fazemos essas mudanças Dodô? Precisávamos fazer uma reforma política. Como fazer com o Congresso que temos? A Dilma quis fazer através de plebiscito e foi bombardeada pela mídia e reproduzida por essa “classe média” que temos. Não tem jeito meu caro: da forma como as coisas são, as mudanças são lentas mas estão acontecendo há dez anos no país.

  15. Hildegard Angel, sinto-me orgulhoso de viver em um país que tem uma brasileira que sofreu, infelizmente, na carne, o peso da ditadura na sua família, e que mesmo assim é uma destemida.
    Parabéns por usar a sua credibilidade, alertar a todos do risco que a própria elite corre em não acordar das sombras de 64 e prestar solidariedade, neste momento, aos lutadores do povo, presos que estão de forma injusta por um processo que até as pedras sabem que foi uma farsa, para dar o resultado que deu, coordenado por uma mídia velhaca e por uma justiça desmoralizada.

  16. Pingback: Hildegard Angel: "Não estou vendo fantasmas; o Projeto do Mal de 64 ganha corpo” - Viomundo - O que você não vê na mídia

  17. Hilde, voce sabe que, compartilho sua dor pelos horrores que Stuart e sua mae passaram. Nao tive o mesmo fim pois, meu tio materno, era SNI, DOI-CODI e, livrou-me – apesar de somente com 15 anos – de ter o mesmo destino.Mas agora pergunto: AONDE FOI O INVESTIMENTO DESTE PT em educacao e SAUDE? Com assiduidade, frequento blogs brasileiros e, para meu total desencanto, vejo que os jovens de hoje ,(brasileiros), tem alergia a lingua que falam e, escrevem mal e porcamente a lingua de Camoes.Vejo e constato, terriveis erros gramaticais e de conjugacao verbal. Cultura geral e, non existant. O que quero apontar aqui com humildade: bilhoes de reais gastos com futilidades e, a pobreza aumenta. Os miseraveis sairam da miseria para alcancarem a pobreza?
    Nunca entendi bem o caso Dirceu e Genoino. But where there is a smoke…there is a fire…Nunca vi o desgoverno do Lula fazer nada para que se ensinasse a pescar e, nao dar o peixe gratis. Sou uma socialista a la Escandinavia. Aonde o papel do governo principal e proporcionar educacao e SAUDE….para que seus cidadaos possam governar as proprias vidas. Com muito carinho e respeito.Nunca se esqueca: comunismo entrando no Brasil, os grandes empresarios vao embora e, acabam todos – o povao – na miseria.Como em Cuba – aonde Fidel quendo doente, foi se tratar em Espanha.Tambem nao vejo uma politica ativa de CONTROLE de natalidade.E um mundo como George Orwel dizia em seu 1984.Bjs e um fantastico 2014.Tatiana

    • Sra. Tatiana Cohen, gostaria muito de que o Brasil fosse uma social democracia escandinava, porém tem um empecilho: será que estaríamos dispostos s pagar o preço? Será que o ‘brasileiros’ aceitaria dispor de 60 porcento para impostos? Nossos empresários iriam garantir os empregos mesmo quando a empresa não obtivesse um lucro menor do que os cem porcento?

      • In 2013, The Economist declared that the Nordic countries “are probably the best-governed in the world.” The United Nations World Happiness Report 2013 shows that the happiest nations are concentrated in Northern Europe, with Denmark topping the list. The Nordics ranked highest on the metrics of real GDP per capita, healthy life expectancy, having someone to count on, perceived freedom to make life choices, freedom from corruption, and generosity.

        Nao chega a 60 %(na verdade, 51%) mas fica dentro das taxas pagas no Canada tambem. Mas brasileiiro e um povo egoista e, eu diria, bastante hedonista tambem – para nao se falar nas vergonhosas roubalheiras executadas por TODOS os partidos. Fato: educacao e fundamental e, nenhum governo recente no Brasil, se importou em investir para melhorar a educacao do popvo.Gente sem cultura tende a votar mal, contanto que “sobre” algum para eles.

      • Olha o texto da autora é bom, historicamente correto, mas, sempre tem um mas nas histórias, existe um lado não discutido que é a diferença entre o discurso e a prática. O PT do “antes” era tudo de bom, o PT “atual” é uma pizza mal assada e distribuída em tamanhos irregulares.
        > A fortuna do filho do Lula, veio de onde ? do trabalho ?
        > A péssima situação da Petrobrás é fruto da administração de 11 anos atrás, ou do uso desta para fins eleitoreiros ? A compra daquela refinaria mico nos EUA por 1,2 bilhão que hoje não vale 400 milhões … é obra de quem ?
        Prezados
        Não há como esconder os equívocos deste governo, pode-se referir ao passado e deste projetar futuros, mas respondam:
        > a quem interessa ter uma população semianalfabeta ?
        > a quem interessa não existir uma “massa crítica” capaz de ver as “nuances” nas entrelinhas…?
        > a quem interessa ver a família (célula mãe de uma sociedade) ser espezinhada e desconstruída como o que assistimos agora…
        > a quem interessa isto, senão, a quem está no poder, para se manter no poder…
        Enfim.
        Fica a dica, nem tanto ao céu nem tanto a terra, o PT é como qualquer outro grupo que atingiu o poder, corrupto e corruptor.
        Todo mundo é simbólico (passado) e todo mundo é diabólico (presente).
        Paz e Bem a todos.

        • Senhor Mário, já se perguntou a quem, verdadeiramente, interessa não existir o que chama de “massa crítica”? Tenho certeza que você é mais um desses que acha a regulação da mídia uma ameaça à liberdade de expressão. No entanto, seria um bom começo para as pessoas poderem ter a possibilidade de ampliarem o conhecimento e assim aumentar o discernimento sobre o mundo que vivemos. Uma sociedade onde a mídia seja plural, abrangente e verdadeiramente independente e democrática já é um começo para as reflexões, análises e tomadas de decisões conscientes. E, por favor, não se deixe levar por tudo o que vê nas vejas, globos, estadões e folhas deste país, busque alternativas, novas fontes e outros olhares. Pare de só acreditar nos jornais “nacionais”. Ah! Mais um por favor, não me inclua neste seu mundo diabólico presente, não faço parte e espero, sinceramente, que você não se inclua também.

  18. Hildegard Angel,
    Parabéns pela coragem.
    Parabéns pela forma direta com que passou a verdade dos fatos.
    Parabéns pela mulher que é.
    Afinal, perder um soldado não quer dizer que se vai perder a “guerra”.
    Nossa História conta inúmeras baixas, mas não se engane, o Brasil sairá vitorioso ao final.

  19. Eu sei muito pouco sobre o que eles fizeram pelo Brasil no passado,mas sei um pouquinho o estão fazendo pelo Brasil no presente.
    Acredito que estejam sendo desqualificados pela mídia e por outros tantos,mas também acredito que ,tudo que estão passando se deve em grande parte parte,ao que fizeram no Passado recente,ao ponto de anular o que fizeram no passado/passado.
    Não vejo nenhum deles num livro de História do Brasil sendo descritos como patriotas,muito pelo o contrário.
    Pra mim,você sim é uma verdadeira Patriota
    Com todo o respeito,eles pra mim,representam o pior que existe da Raça Humana.
    Um grande abraço!

    • Márcio, talvez esteja na hora de você, primeiro, saber o que fizeram no passado e, depois, sobre o presente, procurar outras fontes de informação além daquelas em que meia dúzia de famílias dominam a comunicação do país.

  20. Parabéns pelo lúcido texto. Temos sim que nos preocupar com esses sinais já tão visíveis de uma classe média que prefere aderir às ideias de quem a tutela do que exercer o pensamento crítico. Pensar dói!

  21. Excelente o texto, sobretudo pela profundidade, por vir, sem dúvida, do âmago, do mais íntimo e essencial da personalidade da querida Hilde. E ainda, de quebra, me traz as melhores lembranças do jantar que teve a coragem de oferecer ao José Dirceu, que eu também não conhecia pessoalmente, naquele momento. Parabéns, Hilde, pela coragem, sem a qual não pode haver a liberdade, o mais precioso dos bens. E que você continue assim em 2014, com os votos de saúde, felicidade e sucesso, e os fraternos abraços do Arthur Poerner

  22. Os 2 “crimes” que provocaram as 2 prisões de Zé Dirceu foram estes:

    1) Participar de um Congresso Estudantil em Ibiúna (SP),1968;

    2) Eleger o melhor Presidente que o Brasil já teve, em 2002.

  23. Parabéns pelo texto. Não faço parte da elite brasileira, hoje representada por parte da mídia decadente e cada vez mais sem credibilidade e audiência.Percebo claramente: basta dar uma volta pelas periferias das cidades e conversar com as pessoas mais simples que as coisa estão melhorando, não na velocidade que gostaríamos,mas estão e isso incomoda e muito essa elite.
    Admiro sua coragem,que sirva para muitos brasileiros.
    Abraço!

  24. Pingback: Hildegard: fantasma de 64 ganha corpo | Conversa Afiada

  25. Texto perfeito para uma reflexão sobre o atual momento político e uma previsão sobre o que pode advir caso os brasileiros patriotas e democráticos não ajam com rapidez para que esta erva daninha do conservadorismo moralista religioso não finque as raízes.
    Tenha um feliz ano novo e que 2014 seja pleno de lutas democráticas vitoriosas.

  26. Cara desinformada e iludida,
    se você acha que o comunismo/esquerdismo é tão bom assim, digá-me só uma coisa … por que os haitianos buscam refúgio no Brasil e não em Cuba? Considerando o grau de inteligência que você demostrou, informo-lhe que Cuba é muito próxima do Haiti e o Brasil é bem mais afastado (sugiro que você procure em qualquer livro de geografia) e, cara oligofrênica, explico-lhe que isso ocorre devido ao fato do Brasil ser um Estado Democrático e Cuba uma ditadura.
    Cara esquerdista anacrônica, mude-se para Cuba ou Coréia do Norte, viva lá pelo menos um ano e depois diga-me se o comunismo que caterva formada por dilma e josé dirceu (em minúsculo mesmo, pois esses nomes estão destinados ao lixo mais imundo da história) tentaram impor ao Brasil é tão bom assim.
    Boa viagem, e tome cuidado com os fuzilamentos de Cuba e Coréia do Norte.

    • João
      Como você deve saber, eu poderia vetar seu comentário, já que todas as mensagens enviadas passam por um filtro antes da liberação para postagem. Mas ele parece feito sob medida para ilustrar o motivo de minha preocupação com o crescimento da onda fascista que assola o país. Além de grosseiro e mal educado, é fundamentalista, raso, expressando bem a mensagem que a direita radical, que assola as mídias sociais, bem como certa mídia impressa, tenta impor ao pensamento do brasileiro desavisado.
      Parabéns João, você em boa hora só veio comprovar o meu texto. Você é um ramo desse espinheiro vil que se expande na tentativa de estrangular a Democracia de nosso país e distorcer fatos históricos.
      Você, JOÃO sem sobrenome, é o nada, o vazio, a possibilidade do oco, do ninguém. Em mais uma atitude acertada, além de ocultar o sobrenome, você não mostra o rosto. Ótimo. Não quero vê-lo. Terei pavor.

      • Parabéns Hildegard Angel vc foi e sempre será o símbolo da coragem feminina ,e da verdade ,que muitos não querem ver. Teho orgulho de ser brasileira como vc.
        Melhor que o seu texto inicial, foi a resposta que vc deu a este ‘ser vil ‘chamado João.
        Obrigada por somar entre os humanos do bem!
        Maria Moreira .

    • Porca miséria, tu deveria estar na papuda seu papudo!
      Eu ia responder, mas a Senhora Hildegard (por favor, quando comentar, trata-a dessa maneira) já disse, com classe, o que eu diria com meia dúzia de *$#@*&¨%%$$ cobras e lagartos (no teu caso, ‘largatos’)!

  27. Obrigado pelo privilégio de ler esse texto. E que temos que compartilhá-lo tantas e tantas vezes para que mais pessoas possam ter acesso ao relato de quem sabe o que está dizendo! Feliz 2014!

  28. Ler seu texto e os comentários me trouxe o alento de perceber que há brasileiros atentos ao que está acontecendo.

  29. Eu venho percebendo esse movimento da direita já de longa data, me preocupava o fato que a maioria de nossos lideres estavam cegos pelos resultados da economia e os números do Ibope. Mas se pessoas como Hildegard já abriram os olhos e se movimentam para nos despertar dessa ingenua mansidão, talvez ainda haja alguma esperança.

  30. Dá-lhe, Hilde!
    Arrase com esse tipo de gente.
    São estúpidos, desinformados e sem um pingo de educação.
    Vamos reeleger Dilma!

  31. Hilde.
    Não a conheço, porem sou da geração de 68 que conviveu com seu irmão.
    o seu artigo retoma as lutas que tivemos contra a ditadura civil-militar e que devemos lutar para que não se repita. Belo manifesto.

  32. Como já comentei em alguns sites e recentemente respondido à Stanley Burburinho: “Será que só nós vemos gigantes enquanto os outros só vêm moinhos? “. A internet abriu e abre os olhos de muita gente e possibilitando ver as cuecas samba canção das “forças ocultas”.

  33. São lindos e emocionantes seus textos Hildegard!
    Tenho orgulho de ser seu contemporâneo!
    Acabei de colocar um link lá no meu FB.
    Se a vida não me permitir um dia te conhecer, me permita
    agora te beijar as mãos e o seu lindo coração.
    Obrigado!

  34. Maravilhoso texto. Seu medo é o meu medo. Gostaria é de ter a sua coragem. Que em 2014 nos lembremos, com nojo e ódio, ódio e nojo, dos 50 anos do golpe que instaurou a ditadura – e não sejamos vítima de outro golpe e mais uma ditadura.

  35. Obrigada. A história da sua família sempre me comoveu dolorosamente, por exemplificar com nomes e rostos tudo que aconteceu. É também com dor, mas com alívio, que leio seu texto. Precisamos de luz!
    Obrigada por ser uma.

  36. Hilde, impressionante seu texto. Sinceramente não esperava ler isto de você, A patrulha ideológica sempre te colocou na extrema direita como se não se importasse com a morte de seu irmão e sua mãe. Taí sua resposta. Me senti de alma lavada lendo seu texto,pois não acreditava no que diziam. Sua mãe e seu irmão onde quer que estejam e devem estar cercados de “anjinhos” estarão orgulhosos de você. Valeu!

  37. As pessoas tornaram-se muito agressivas. Querem ver sangue, querem ver punições medievais. Aqueles que não concordam com esse tipo de atitude são trucidados e tornam-se vítimas de ataques verbais virulentos. Estou farta de ser agredida gratuitamente na Internet. Digo gratuitamente porque não ataco ninguém, apenas, falo o que penso sem ofender as pessoas, mas sou reiteradamente ofendida, chamada de burra, chata, para baixo. Que tempos horríveis estamos atravessando! Ainda bem que você e outras pessoas estão reagindo contra o fascismo, o obscurantismo na rede.

  38. Parabéns à extrema coragem desta mulher! Levantar a voz diante de tantas atrocidades enquanto tantos se calam, mesmo tendo sofrido na carne a dor da sombra do mal que há de vir!
    Tivéssemos mais mulheres corajosas como ela e respiraríamos melhor o ar da liberdade e da democracia!

  39. Parabéns Hildegard pelo corajoso texto. O generoso sacrifício de teu irmão é um farol. Os facistas não passarão.

  40. Somente quem perdeu três entes queridos na asquerosa ditadura militar, e mesmo pertencendo a classe mais alta da sociedade, pode fazer uma análise tão lucida como a feita pela senhora. Parabéns e espero que sirva de alerta para todos . O cheiro de golpe já foi denunciado pelo Eduardo Guimarães e a senhora ratifica. Precisamos estar preparado para tudo.Obrigado por nos alertar.

  41. Vc sempre soube ser lúcida e corajosa, aqui também sintetiza com maestria um momento delicado que vivemos.Mas não está (e nunca esteve) sozinha. Eles são muitos…mas não sabem voar, já cantou o poeta. Engrossando fileiras, nosso ‘exército de brancaleone’ evolui na avenida. Bravo!

  42. Também estive na ABI naquele encontro, que deve ser divulgado como um dos acontecimentos políticos mais importantes de 2013!
    Com apenas uma palavra – “mentirão” – você sintetizou a farsa!
    Parabéns, Hilde, por seu destemor diante da desinformação da maioria, frente ao poder de uma mídia infecta e distante dos melhores ideais do povo brasileiro!

  43. Brava gente brasileira: Hildegard Angel, como foram sua mãe e irmão, são pessoas assim que o Brasil tanto precisa, embora sejam poucos… Parábens e Feliz Ano Novo!

  44. Caramba!! Li agora esse texto do João! Vejam! É exatamente o conteúdo que tenho visto na net…primeiro eles descredibilizam o interlocutor atacando-o como desinformado e intelectualmente incapaz…isso desqualifica – no ponto de vista deles, qualquer argumento contrário. Esse recurso de apologia a uma PSEUDO VIRTUDE INTELECTUAL SUPERIOR, tem sido usado à exaustão por muitos nas redes sociais. Infelizmente isso impede o debate de ideias civilizado e radicaliza a situação. Depois partem para a agressão pessoal e violenta. Eles vivem com a mente paralisada num cenário bipolarizado, assombrados por uma fantasiosa luta entre o Capitalismo e o Comunismo…não percebem que o mundo transformou-se: assim como o Comunismo falhou em assegurar o direitos fundamentais e a liberdade, o Capitalismo não dá conta de todos os problemas e o futuro deverá ser recriado HOJE! Curiosamente essa mentalidade congelada no cenário da Guerra Fria, torna seus argumentos totalmente bizarros: ” vá morar em Cuba!” etc…como estão cegos de ódio, o embate é inevitável e a sociedade deve estar atenta e pronta.

  45. Difícil crer em condições políticas nacionais e internacionais para a deflagração de um golpe de estado. No entanto, é necessário perceber que as condições subjetivas para tanto estão sendo diligentemente criadas pela ação da Direita bem organizada, bem orientada e coordenada, bem situada nos meios de comunicação, etc., como sempre, para tanto utilizando-se da mentira, da falsidade e da hipocrisia. Vão continuar sempre assim, é de sua índole.
    O grande problema nosso é que essa odiosa armação encontra o povo brasileiro em um estado nunca visto de despolitização. Entregue aos apelos indignatórios da Direita e à absurda abdução perpetrada pelas ditas igrejas pentecostais. Temos hoje uma enorme parte da população inteiramente ao gosto do golpismo (pretensamente moralizante) e pronta a lhe oferecer, nas ruas, seu mais entusiástico apoio.
    Para enfrentar essa onda direitista/golpista a Esquerda, e especialmente o PT governo, tem preferencialmente se esmerado em acenar com o terror da perda de benefícios sociais duramente conquistados nos últimos anos. Tudo muito despolitizante.
    A verdade é que as composições partidárias e sociais para a conquista e exercício do poder tem implicado forçosamente em um discurso despolitizante, pois que não há forma de politizar o discurso sem apontar aliados poderosos como peças-chave dos atrasos sociais e políticos que marcam a sociedade brasileira desde há séculos.
    Sei que essa não é uma equação fácil de se resolver, mas o fato é que a Esquerda no poder tem, por interesse próprio, sido agente complementar à Direita na despolitização do povo brasileiro.
    É disso que tenho medo. Um povo despolitizado representa a porta aberta para tudo que se possa imaginar de horrível para a hístória pátria.
    Abs. Álvaro

    • Muito interessante sua reflexão, Álvaro. Um país, para crescer, necessita um povo instruído, informado, politizado.

      • Exatamente. E por que, minha querida Hilde o PT nunca se importou em melhorar o ensino publico? E a saude publica, tambem??????O texto do Sr. Alvaro e magico e importantissimo. Abs. HAPPY NEW YEAR!

  46. Linda e querida Hilde,

    Que texto mais lindo e verdadeiro. Já compartilhei em minha página. Parabéns!
    Um grande beijo e um 2014 de muita luta.

  47. Está ficando bastante claro que essa AP-470 é uma bem urdida trama para tentar evitar o inevitável: a consolidação de um Governo Popular, capitaneado pelo PT, que, pela primeira vez na História do Brasil, trabalha democraticamente realizando de uma forma sistemática os anseios do povo brasileiro.

    Viva Zé Dirceu !
    Viva Genoíno !
    Viva Lula !
    Viva o Partido dos Trabalhadores !

  48. Esses esquerdistas tem um profundo recebimento da classe média pois ela nunca aceitou seus modos e sua ideologia, e ai eles dizem que todos são manipulados pela “elite”.
    Eh fácil argumentar assim, e caso alguém discorde, eh soh chamar de fascista e esta tudo certo! O único plano mesmo que vejo eh do movimento revolucionário, que tomara que não se concretize, pois ja sabemos como isso acaba !

  49. Tenho acompanhado sua luta e tenho ficado cada vez mais orgulhosa da sua postura, você nao esta sozinha que Deus te abençoe , Feliz 2014 !

  50. Cara Hildegard,
    As forças que não dão as caras, como vc cita em seu artigo, são as mesmas de ontem e as mesmas de hoje, e não são uma particularidade do Brasil. Acho que elas escondiam sua face por conveniência e por haver fortes sentimentos religiosos e de rejeição arraigados na população, mas hoje eles a expõem sem medo. Há questão de uns 10 dias, aproximadamente, houve uma manifestação – patética, é verdade – com 30 gatos pingados em uma praça em São Paulo, ostentando faixas de um movimento pela moralização do Brasil e da… MAÇONARIA! Isso mesmo! Essa é a eminência parda que sempre anda pelos bastidores dos acontecimentos e qualquer indivíduo minimamente bem informado sabe muito bem que se não for maçon o sujeito não consegue emplacar em determinadas carreiras-chave dentro da administração pública. E não há nada de mais reacionário e corporativista do que este grupo que tem se movimentado muito nos últimos anos cooptando jovens para os seus quadros, aumentando-os consideravelmente. São estes mesmos jovens, achando-se os donos da verdade, que nos entopem a caixa de emails com as barbaridades e calúnias sobre o PT e seus principais quadros e fazendo comparações esdrúxulas sobre o “paraíso perdido” em que vivíamos na época FHC. Estou sendo irônico, claro.
    Se observarmos o quadro político internacional, é o mesmo com os mesmos interesses e o mesmo grupo movendo suas pedras no tabuleiro geo-político para criar crises que possam gerenciar e depois se adonarem das riquezas dos povos destas nações. Nós temos o pré-sal, uma jazida de petróleo já estimada ser muito maior do que a dos países árabes. O Wikileaks publicou os emails trocados entre Serra e as grandes corporações norte-americanas em 2010 onde ele prometia repassar para estas companhias a exploração dos campos de petróleo em alto mar em troca do apoio do grupo empresarial e político ligado ao sionismo internacional, verdadeiro cérebro por trás destas sociedades secretas. E não é pouca riqueza de que estamos falando. É muito dinheiro. Só que a negociata se faz quando os donos da riqueza acertam com o ladrão um rachid e ficam com boa parte dos lucros em suas contas no exterior financiando mais falcatruas e as sobras são injetadas na economia formal perpetuando este sistema depauperado de governança. Isto acontece aqui, na Venezuela, no Iraque, na Síria, na África do Sul, no Irã, na Líbia, no Sudão, enfim, onde houver algo a ser explorado.
    As sombras tem formas e são humanas – monstruosamente humanas.
    Política é negócio e é feita por homens. Está na hora das pessoas pararem de acreditar em tanta casualidade e destino e atentar ao fato de que o que rege este sistema são interesses e estes grupos querem vê-los salvaguardados mesmo que nações inteiras quebrem, pessoas morram de fome ou doenças. São interesses. Os seus interesses. Só isto lhes interessa. Está na hora de dar um basta nisto. Falso moralismo, fundamentalismo religioso, messianismo, neo-moralismo messiânico, patriotismo militarista, sexismo, golpes midiáticos, golpes do judiciário, etc, etc, são somente ferramentas instrumentais e formas de dominação ideológica para fazer com que seus objetivos sejam alcançados através de interferência direta – como no caso do julgamento midiático do mentirão – ou por vias indiretas, onde os sectários fazem o que eles querem. Se perguntarmos a sério para a maioria das pessoas o que elas tanto defendem em seus arroubos de coxinhice aguda, a maioria sequer saberá responder com coerência. São massa de manobra e estão se transformando em manada raivosa. Estão tão cegos, embevecidos em seu suposto conhecimento que é só uma ilusão forjada nos piores recônditos da alma humana, naqueles onde o espinheiro cresce e se agiganta sufocando qualquer semente do bem, impedindo-a de germinar. Estas pessoas não supõem ser possível haver luz e vida fora das trevas. A cegueira é sua eterna companheira e o mal seu falso cajado de apoio.
    Cumprimento-a pela coragem de assumir sua postura de forma tão clara e transparente. Vc sabe que terá um preço a pagar por ela pois verdade e franqueza estão se tornando ofensas pessoais neste país e por causa delas amealha-se um sem-número de desafetos vida afora.
    Um grande abraço e um super 2014 para vc.
    Parabéns! Vc é uma mulher com M maiúsculo. Vá em frente. Quem é fiel à sua consciência jamais terá problemas com remorsos.

  51. TEMOS DE ANALISAR A CONDUTA DO PRESIDENTE DO SUPREMO. 1 – APLICOU UMA TEORIA DESENVOLVIDA PELO NAZISMO. 2 ESTUDOU NA ALEMANHA COM DINHEIRO PUBLICO. 3 COMETE IRREGULARIDADE SEM REACAO DAS INSTITUICOES DEMOCRATICAS, FILHOTE SENDO CRIADO PELA MIDIA GOLPISTA APOIADORA DA DITADURA PORTANTO POR ESSA CONDUTA FAZ O PAPEL HISTORICO DE DOMINGO JORGE VELHO (O NEGRO QUE COMBATEU ZUMBI DOS PALMARES. MAIS AINDA ESSE SUPREMO SERA PIOR DO QUE O SUPREMO DE OLGA BENARIO… AS INSTITUICOES DEMOCRATICAS SAO RESPONSAVEIS ATRAVES DO SILENCIO PELO ANDAR DO PROCESSO DE GOLPE NITIDAMENTE VISLUMBRADO NO ATUAL CONTEXTO POLITICO

  52. Também não estou convencida dessa fábula chamada de “Mensalão”. Acredito que isto foi crescendo, como uma bola de neve, não por força da verdade e sim pela força do rancor e incrementada pelos boatos da imprensa sem lei, e assim acomodando todo tipo de gente descontente com as conquistas que o País vem alcançando nestes últimos 12 anos, até culminar nas condenações em vésperas de eleição (2012) e prisões cinematográficas no feriado de 15 de novembro último. Infelizmente, a leitura que se pode tirar destes acontecimentos é a triste constatação de que o Presidente do STF tem agido como “cabo-eleitoral” de uma oposição incompetente em oferecer ao País algo melhor do que o PT está realizando. Nesse sentido, acredito que esse julgamento, de caráter eminentemente POLÍTICO, deveria ser anulado.

  53. Ao tomar conhecimento deste teu texto, acabei pesquisando um pouco sobre o que há na internet a respeito do que se passou com os Angel na ditadura. E concluo, 64 é um ano q ainda não terminou. Os mesmos interesses que mataram teu irmão e tua mãe, prendem hoje Dirceu e Genoino.

  54. Acabo de assistir ao filme Zuzu Angel. No começo achei fraquinho mas a medida que a história se desenrolava fui sendo tomado por dois sentimentos, vergonha e admiração. Vergonha por não saber antes (tenho 54 anos) praticamente nada a respeito da Zuzu, exceto que há no Rio um tunel com seu nome. Fiquei me perguntando o porquê de minha ignorância e se ela seria – e me parece que sim – extensiva a grande parte do povo brasileiro. Ela merecia estar na mente de todo cidadão minimamente instruido politicamente como uma referencia de coragem e dignidade. Não te conheço Hilde, mas fiquei tão impressionado com a história de Zuzu que passei a me sentir devedor dela, de teu irmaõ e tb de vcs irmãs. Minha solidariedade e carinho, mesmo que tardios. Um feliz 2014!

  55. Meus Caros:
    A cada relato deste se torna imprescindível apostar em mais Educação de qualidade para que a nossa população possa desfrutar de consciência política. O BRASIL será uma grande NAÇÃO, disto não abrigo a menor dúvida. Agora, que grande parte de nosso POVO, ainda tem uma mente adormecida, infelizmente é verdade. Existem muitos abestados manipulados pela mídia conservadora. Eu acredito no BRASIL !!! Eu acredito na DEMOCRACIA !!!
    Respeitosamente,
    Ivan Nogueira de Morais

  56. Pingback: HILDEGARD: FANTASMA DE 64 GANHA CORPO | Luis Antonio 13

  57. Cara Hildegard,

    Quase 2 anos depois e a lucidez das suas palavras se torna ainda mais adequada à realidade.
    Lembro-me de meu pai, que não gostava do Lula, dizer que Jango foi o melhor presidente do Brasil. E do livro Brasil Nunca Mais. Minha mãe é costureira e admira o trabalho da sua. Dei a ela, há muitos anos, o filme Zuzu Angel, mas ela já conhecia a história. Eu, não.Essas foram todas as minhas vivências sobre a ditadura.
    Mas o fato de não ter perdido parentes ou amigos na ditadura, não me fez menos sensível a ela. Claro que, afortunadamente, estudei muito sobre o tema, li, vi filmes.
    Porém, todo o conhecimento que pude ter dobre o tema não explica o meu constante estado de alerta.
    É esse ar pesado ao qual você, sabiamente, se refere que me apertou o peito e me moveu a defender, novamente, José Dirceu e o PT. Petista há mais de 20 anos, insatisfeita com as concessões e alianças crescentes feitas por Lula e Dilma à esta mesma classe média golpista, me vi chamada à responsabilidade de defender as conquistas – a meu ver, poucas, perto do que poderíamos ter feito – deste mesmos governos. E mais: enfrentar os discursos e atitudes autoritários que se multiplicaram nos últimos anos. Demorei um pouco a compreender o porque de avanços democráticos como a erradicação da miséria pudessem irritar tão profundamente nossas elites.
    É algo maior que está em jogo.
    É o sinhôzinho que peg o negro “roubando” comida na casa-grande e o amarra, espanca e humilha publicamente. E dá a comida ao cachorro.
    É preciso lembrar à ralé onde é o seu lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *