MARLOS NOBRE, AOS 75, COM O DESAFIO DE REERGUER A SINFÔNICA DE RECIFE

De projeção internacional, com experiência respeitável como regente à frente de orquestras como a Royal Philharmonic de Londres, a Orchestre de la Suisse Romande e a Orchestre National de la Radiodiffusion Française, entre outras, o compositor e pianista pernambucano Marlos Nobre completa 75 anos de idade em plena atividade musical.

Além de continuar seu trabalho como compositor de forma intensa, ele se divide hoje entre Rio e Recife, sua cidade natal, onde trabalha na reestruturação da Orquestra Sinfônica do Recife.

Quando assumiu a orquestra ano passado, a mesma estava desmotivada e sem a mínima estrutura. Entre as mudanças conquistadas ele conseguiu contratar novos instrumentistas e aumentar, com gratificações, os salários dos músicos que eram muito baixos. O desafio continua com muitos ensaios e reuniões na capital pernambucana e para isso Marlos abriu mão de vários compromissos agendados.

Em homenagem aos seus 75 anos de glórias musicais, Marlos ganhou matéria de capa na revista Concerto, o guia mensal de música clássica.

Marlos Nobre

3 ideias sobre “MARLOS NOBRE, AOS 75, COM O DESAFIO DE REERGUER A SINFÔNICA DE RECIFE

  1. Tenho muito orgulho de ter em minha cidade do Recife uma Orquestra Sinfônica deste nível, estou muito feliz pelo novo Maestro Marlos Nobre, que Deus o abençoe cada vez mais e conceda muitos anos de vida em atividade musical, e que ele consiga todos ps seus objetivos! Estarei lá para prestigiar nossa querida Orquesta dia 16 de Abril!

  2. Eu tenho muito orgulho de ter em minha cidade uma Orquestra com este nível em nossa cidade, que Deus abençoe este novo Maestro e que ele alcance todos os seus objetivos, estarei lá dia 16 de Abril para prestigiar mais uma vez nossa querida orquestra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *